segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Cuidado! Idiotas trabalhando

Não sei o que leva certas pessoas ao caminho mais fácil e, certamente, o mais imbecil para resolver os problemas? Vai ver é a preguiça ou a falta de muitos neurônios. Selecionei Top 7 da semana dos trabalhadores mais acéfalos do mundo.
Número 7: O que será que esses cidadãos pensavam quando começaram a pintar esta piscina. A cagada só deve ter sido percebida horas depois de o trabalhao já ter iniciado. Pela afobação de terminar rápido, eles ocupam o 7º lugar.



Número 6: Em todo lugar (veja bem, em toda empresa nesse mundo) existe o grupinho dos não faz nada. Esses operários demonstram que além de ter capacidade para ficar ocioso, sobra bastande talento para a idiotice alheia.


Número 5: Eu tô preocupado que meu trabalho não foi feito, o mundo está em crise, minha mulher está grávida e meu patrão chegou de rabo virado na segunda-feira de chuva. O que eu faço? Eu chamo mais meia dúzia de cagões como eu e faço o serviço fluir de maneira bem inusitada e possivelmente mortal em caso de acidente. Levantando uma empilhadeira na outra, esses funcionários não são só idiotas, mas negligentes com o patrimônio alheio.


Número 4: Eu quero terminar rápido e da terra de onde eu venho sou conhecido como "Tarzan" ou "Hércules" ou, na versão brasileira, "Baiano". Além de poder partir a coluna em dois, se o burro-de-carga aí cair, vai rolar umas três horas junto com esse tubos.



Número 3: Olhando a foto abaixo, você só espera que o espertalhão abaixo seja um ladrão de fios de cobre ou lâmpadas florescente do patrimônio público, pois se isso for um funcionário da companhia de energia, certamente o sindicato vai fechar a empresa. Merece o bronze por subir em algo que foi montado através de uma idéia muito idiota.


Número 2: A medalha de prata não é para qualquer um. Ela poderia ser dividida com o ouro pela ousadia e principalmente a coragem em fazer algo de absoluta imbecilidade. Já vi de tudo para se levantar um carro, mas dois caibros para apoiar um pequeno caminhão foi demais. O detalhe é que enquanto ele solda o eixo do caminhão, apenas uma pedra apoia a roda do carro para ele não andar. Poderia virar patê e ainda morrer queimado pela máquina de solda, se ela não explodisse antes o tanque de combustível do caminhão.



E finalmente o número 1: Esse deve ser um trabalho bem remunerado, já que o alto risco é de 100% durante o período de batente. A boa notícia é que se você sofrer qualquer acidente com ou sem EPI, sua aposentadoria está mais do que garantida, seja na terra ou no reino dos idiotas do céu.
Postar um comentário