quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Acusação de estupro pode acabar com carreira de Robinho

A coisa está ficando feia para as estrelas do futebol brasileiro. Primeiro Ronaldo se envolve com travestis em uma festinha particular em um motel de quinta categoria no Rio de Janeiro. Pensou que a carreira iria pro abismo sem volta. Se isolou, abafou o caso com a mídia, ignorou as piadas alheias e encobriu o episódio assinando contrato com o Corinthians. Agora, Robinho, o jogador mais caro do futebol inglês, se meteu numa encrenca que vai parecer piada mesmo esse episódio de transexuais.

Diversos tablóides ingleses - os mais sensacionalistas – afirmam que Robinho foi acusado formalmente por uma jovem de 18 anos de estupro ocorrido no último 14 de janeiro. O caso aconteceu em uma boate em Leeds, Condado de West Yorkishire, onde muitos jogadores de futebol têm o costume de freqüentar. A polícia afirma que Robinho pode ter atacado a jovem em uma área VIP do clube, enquanto os dois tinham certa privacidade. Na época, Robinho treinava com o time do Manchester City em Tenerife, na Espanha, e estava num dia de folga com os colegas de clube. Já a garota curtia a noite com grupo de amigas.

É evidente que esse caso tenha certo fundamento, não sei se exatamente o estupro em si, mas é propenso a um incidente muito sério envolvendo sexo. A garota apresentou uma queixa com provas de DNA e inclusive registrou um vídeo no dia do suposto ataque dando detalhes do que havia ocorrido. Para piorar a situação de Robinho, ele abandou a delegação do clube logo em seguida e veio para o Brasil alegando problemas familiares, sendo que praticamente a família dele mora com ele na Inglaterra. Além de criar uma saia-justa com a direção do clube e ser multado em duas semanas de salário, aumentou ainda mais as suspeitas sobre ele que poderia estar fugindo para buscar orientações de defesa em caso de um inquérito policial.

Escapou, voltou e foi direto para a delegacia, onde teve que pagar fiança e ainda tirou amostras de sangue para comparar com as amostras cedidas pela estudante. Além de riscar a imagem do jogador, que ainda tem anos de trabalho pela frente, esse assunto pode resultar em cadeia, o qual prevê penas duríssimas contra crime de abuso sexual. Se Robinho quiser ser esperto mesmo é colocar advogados atrás dessa moça e entrar num acordo amigável (e milionário) antes da abertura do processo, pois caso isso siga em frente, não só a carreira como a vida desse rapaz vai literalmente pro buraco. Agora, se ele cometeu um crime realmente e obrigou uma pessoa a fazer algo que ela não queria, sinto muito pelo ataque da seleção brasileira, mas ele tem que pagar.
Postar um comentário