segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Por muito pouco Bush não vira o ano de olho roxo

Já vi presidentes serem hostilizados de diversas formas, mas com um sapato é a primeira vez. Um jornalista iraquiano, irritado com a ofensiva americana no seu país, resolveu neste final de semana se vingar do presidente americano George W. Bush em uma coletiva, atirando seus sapatos contra o rosto dele. O detalhe é que se o sapato realmente pegasse na cara de Bush, iria estragar o natal e a cerimônia de transferência de poder marcada para os próximos dias.

A violência que o jornalista iraquiano atirou os dois sapatos na direção do presidente americano foi tanta, que se Bush tivesse passado por um coquetel antes da coletiva, provavelmente estaria com a cara roxa agora. O reflexo foi ninja!

O que me deixa perplexo também, foi a velocidade de reação dos seguranças presidenciais, os quais esperaram os dois mocassins passarem a milímetros da cabeça de Bush para então segurarem o revoltado. Passou perto, mas aposto que o ex-presidente americano Ronald Reagan trocaria os sapatos pelos tiros que levou na época que era líder do país.

Na cultura árabe, ser chamado de "cachorro" é um grave insulto e os sapatos são um instrumento de desprezo.
Postar um comentário