sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Campanha publicitária da Gillette é a pior do ano

Não foi suficiente reunir três grandes estrelas do esporte e gastar milhões numa campanha mundial para vender aparelhos de barbear. Segundo uma revista britânica especializada em publicidade, a campanha da Gillette que reuniu o francês Thierry Henry (Futebol), o americano Tiger Woods (Golfe) e suíço Roger Federér (Tênis) foi um tremendo fiasco, além de ter custado uma fortuna para a empresa.

Para a editora Claire Beale, a empresa “marcou um gol contra, fez uma dupla falta e um bunker ao mesmo tempo”. Segundo ela, “essa foi uma oportunidade perdida, pois a campanha não tinha charme e nem espírito”. Na versão americana da propaganda, os três ícones diziam que viviam o presente e não se apoiavam no passado. Uma frase de escolha infeliz, já que os três esportistas não tiveram um bom ano.

Segundo lugar: Edith Piaf cantando "Je ne regrette rien" - Eu não me arrependo de nada - em uma propaganda dos óculos Specsavers. Na legenda da propaganda a tradução da música diz que Edith está arrependida de não ter comprado dos óculos por 75 libras. Fim de carreira!



Porém, acredito que o mal gosto mesmo vem da mesma empresa de óculos em uma propaganda pra lá de sugestiva. Essa foi feita para o horário nobre, heim. Pra chorar de mal gosto.


Postar um comentário