sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Rubinho chama Schumacher de gay

Sabe aquele tipo de pessoa que você sente vergonha pelo que ela faz ou diz? Pois bem, o quase ex-piloto de Fórmula 1, Rubens Barrichello, está conseguindo finalizar sua carreira de modo bem deplorável. No último final de semana, quando a Ferrari organizou uma festa para comemorar o campeonato de construtores de 2008 em uma danceteria em São Paulo, o piloto da Honda, que fora convidado, mostrou que além de sofrer mágoas do antigo companheiro de scuderia, tem um péssimo talento para fazer piadas.
Segundo o site My Free Sport, em determinado ponto da festa, Rubinho, que estava acompanhado de amigos área VIP, pegou um microfone e começou a cantar, com uma voz feminina, que Michael Schumacher (7 vezes campeão do mundo) era gay. Diante de uma platéia que merecia um comercial da falta de Colgate, Rubinho não se intimidou e ainda pediu que Felipe Massa, o acompanhasse no coro. Constrangido, Massa fingiu acompanhar o “comediante” e escapou da enrascada abraçando sua esposa Rafaela que também estava na festa.

Não sabemos a verdadeira amizade que existe (se é que existe?) entre Rubinho e Schumacher fora das pistas, mas chamar alguém de gay para diminuir o talento e as conquistas da pessoa já não está um pouco démodé, Rubinho?

As informações são do site http://www.myfreesport.fr/
Postar um comentário