sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Obama não vai resolver a crise financeira


Essa é a opinião do professor de lingüística e filosofia e escritor, Noam Chomsky, uma espécie de guru da esquerda norte americana. Em uma entrevista exclusiva para a rádio Band News Fm, Chomsky criticou fervorosamente a corrida à Casa Branca classificando-a de um grande espetáculo baseado na retórica vazia. "A retórica na política é uma fábrica de consenso, uma forma vazia e perversa de criar a ilusão e foi com a enorme contribuição que Obama se elegeu", disse Chomsky.

Para o professor, o fato de Obama ser negro e ainda concorrer com uma mulher pelo mesmo partido, representa um enorme avanço na superação de questões raciais e preconceito, mas socialmente não representa nada. Porém, não vai resolver a crise financeira que está aí porque não tem propostas diferentes do atual governo de George W. Bush.

Uma análise interessante é que Chomsky acredita que o povo americano estava inclinado à mudança, já que "80% da população acreditava que o país estava indo para o lado errado e cerca de 95% queriam que o governo prestasse atenção na opinião pública e achavam que isso não acontecia", o que favoreceria qualquer candidato que afirmasse que queria mudar o país, seja ele branco, negro, homem ou mulher. "Não deveríamos eleger alguém nos levando apenas pela retórica, a não ser quiséssemos eleger Hitler ou Stalin. A retórica que é tão valorizada me dá repulsa que eu não quero nem ouvir”, criticou ele.

Outro fato interessante citado por Chomsky foi o fato de o novo presidente ainda não conseguir manter diálogos satisfatórios com o Irã e promover a invasão com ataques a esse país.

Sim, podemos mudar, mas para onde vamos?
Postar um comentário